5 dicas para identificar falhas na gestão do seu negócio e o que fazer para solucioná-las!

Como em toda empresa, devido às suas atribuições, o gestor passa por muitos momentos de tomadas de decisão e situações complicados. Entretanto, nenhum deles é tão alarmante quanto estar à frente de um empreendimento e não saber administrá-lo corretamente. 

As falhas na gestão acarretam uma série de problemas, como o descontrole no planejamento, nas contas, no atendimento, na equipe, no próprio equilíbrio emocional do empreendedor e podem afetar até a produtividade da empresa.

Dessa forma, não solucionar esses erros fará o seu negócio ir à ruína. 

2 Tipos de falhas muito comuns na gestão de uma empresa

Duas das mais recorrentes causas da falha na gestão são: o comportamento e a falta de conhecimento dos gestores. 

Aprender sobre gestão auxilia diretamente a saber o que se deve fazer ou não no seu negócio. Além disso, devemos sempre ter em mente que uma organização é composta por pessoas, processos e metas a serem alcançadas. 

O equilíbrio entre eles é fator preponderante no sucesso de sua gestão, pois uma gestão de excelência está alinhada com a estratégia da empresa para todos esses âmbitos.

Além de comportamento inadequado e a falta de conhecimento, abaixo estão citados outras 5 dicas para você identificar erros na gestão da sua empresa.

Caso você identifique algum desses na sua organização, é melhor rever as suas decisões como gestor ou investir numa consultoria para melhorar seus resultados.

  • 1- Falta de planejamento

Deixar de fazer um plano de negócios é o primeiro grande erro de gestão, pois não saber do futuro do seu negócio afeta todas as áreas da empresa. 

Dessa forma, nunca é tarde para se fazer um planejamento estratégico mesmo que sua empresa já esteja operando.

O plano de negócios não serve apenas para a abertura da organização, ele deve ser continuamente revisto, pois os indicadores desse plano servirão para mensurar e fornecer diagnóstico sobre os resultados da empresa.

  • 2- Não estudar o mercado

Antes de se operar em um mercado é necessário conhecer nitidamente a relação que terá com os seus clientes, fornecedores/parceiros e com os seus concorrentes. 

Um erro muito comum, principalmente entre pequenos e médios empreendedores é não conhecer o seu cliente.  Esse erro pode custar caro ao seu negócio, pois uma das razões pela qual o mercado está sempre mudando é a necessidade de acompanhar o comportamento dos consumidores.

Outro erro é não analisar a concorrência. Saber o que seus concorrentes estão fazendo de novo, o que está ou não dando certo e o que isso agrega a ele é muito importante para que você possa, dentre outras coisas, realizar Benchmarking, ou seja, analisar, comparar produtos, serviços, práticas empresariais, absorvendo algumas características e aplicá-las no seu negócio. 

Portanto, invista numa boa análise concorrencial.

  • 3- Perder o foco em épocas de crise

A crise, para muitos, é uma época de instabilidade e de declínio das vendas. Entretanto, aqueles que percebem as oportunidades disfarçadas obtém sucesso nesse momento que pode ser de muita prosperidade, ao contrário do que é comumente interpretado.

Com certeza a dica do planejamento vale para esse momento, mas muito mais que isso, é importante que se tenha foco para planejar num momento tão delicado. 

Sair atirando para todos os lados e querer vender o que estiver ao seu alcance é uma medida desesperada, somente reforçará mais um motivo para apresentar uma imagem ruim do negócio.

No mercado conturbado e competitivo, onde as empresas estão desestabilizadas, quem está focado em atender uma determinada necessidade e faz/entrega seu produto e/ou serviço de uma maneira especial, terá o seu espaço. 

Isso significa dizer não para muitas outras coisas que fogem do seu produto/serviço principal. Se o negócio pega qualquer coisa para fazer e não foca em atender de maneira excelente aquele nicho, perderá posicionamento de mercado e não conseguirá inovar tão bem.

  • 4- Não selecionar bons colaboradores e não investir neles

A principal dica na hora de contratar: opte por pessoas que gostem de pessoas. Precisamos de funcionários que sejam mais fáceis de se inserir no espírito da equipe. Com um talento muito individual será difícil que esse indivíduo entenda a importância de se colaborar no sentido coletivo. 

Os funcionários devem se enquadrar no perfil e na Cultura Organizacional da empresa. Selecionar melhor essas pessoas e não ter medo de demitir funcionários que não se identifiquem com esses valores, é uma dica importante, pois assim você terá a oportunidade de achar outra pessoa que seja alinhada com a missão, a visão e os valores (MVV) da sua empresa.

Com a equipe alinhada, o melhor investimento que se possa fazer é capacitá-los por meio de treinamentos e garantir a eles boas condições de trabalho.

Dessa forma, todo o investimento será um incentivo a maior produção desses colaboradores, pois além de já se identificarem com os valores da empresa e terem conhecimento de que gostam de estar ali, eles se sentirão valorizados no ambiente de trabalho.

  • 5- Análise de dados e indicadores

Os dados e os indicadores de uma empresa servem essencialmente para a melhor tomada de decisões.

 Um dos dados mais importantes, que pode parecer óbvio mas precisa de atenção, é o lucro. Para averiguar se a margem de lucro vale a pena, se ela paga o risco que o empreendedor tem, os cálculos dos custos e impostos devem ser muito bem executados.

Além disso, existem diversos tipos de indicadores de desempenho empresarial que irão auxiliar, facilitar e nortear o processo de tomada de decisões no seu negócio e a atingir os resultados esperados (eficácia) utilizando a menor quantidade possível de recursos (eficiência).

Assim, é possível reconhecer que a informação é o melhor argumento para a tomada de decisões. 

Ter conhecimento sobre seus produtos, sobre seu atendimento e sobre seus consumidores é essencial para elaboração das estratégias empresariais. 

Os processos e a informática, que estão nas organizações como apoio, não podem ser negligenciados, devem ser extraídos desses sistemas o máximo possível.  

Vale lembrar que a prevenção dessas 5 falhas de gestão será imprescindível para mitigar riscos, e, tendo um planejamento correto para o tratamento das consequências desses erros – caso venham a acontecer – trará a certeza de continuidade, mesmo em momentos preocupantes.

Dicas adicionais para minimizar os erros de gestão na sua empresa:

1. Utilize um sistema de gerenciamento de processos

2. Utilize Big Data, Analytics e Inteligência Artificial

3. Quadros de gestão à vista (dashboards)

4. Aplique a filosofia Lean no seu processo de gestão


Afinal, após a leitura, você se considera um bom gestor ou tem pontos a melhorar na sua Gestão Estratégica? 

Se você identificou pontos a melhorar mas não sabe bem por onde começar, entre em contato com a CJA, empresa parceira de impacto e dê agora o primeiro passo para transformar a gestão do seu negócio!

 

CJA CONSULTORIA

INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

Receba nossos conteúdos por e-mail

Inscrição concluída!